Série de ataques deixa ao menos 7 mortos no Iraque

Bagdá, 2 nov (EFE).- Pelo menos sete pessoas, entre elas duas crianças, morreram hoje em incidentes violentos ocorridos em Bagdá e Mossul, no norte do Iraque, informou o Ministério do Interior iraquiano.

EFE |

Um casal e dois de seus filhos menores de idade morreram quando uma bomba explodiu quando seu carro passava na área de Bohroz, a cerca de cinco quilômetros do sul de Baquba, capital da província de Diyala, no nordeste de Bagdá.

Em outro incidente, dois militares iraquianos, um deles tenente-coronel, morreram devido à explosão de uma bomba no sudeste de Mossul, 400 quilômetros ao norte da capital .

Também em Mossul, um civil foi assassinado a tiros por um grupo de pessoas encapuzadas na zona de Wadi al-Ain, que fica no sul da cidade, segundo as mesmas fontes.

Em mais um incidente, uma criança ficou ferida com gravidade pela detonação de uma bomba no bairro 17 de julho, no oeste de Mossul.

Fora isso, um grupo de desconhecidos seqüestrou hoje dois civis na zona de Al-Kayara, 50 quilômetros ao sul de Mossul.

Em Bagdá, a Polícia achou dois corpos com ferimentos à bala e sinais de tortura. Os cadáveres não foram identificados.

Fontes do Ministério do Interior iraquiano revelaram que o número de mortos por violência no Iraque caiu de 359 em setembro, para 318 em outubro, embora o Exército americano estime as mortes em 285. EFE am/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG