Seqüestrados na Nigéria dois franceses que trabalham no setor petroleiro

Paris, 3 ago (EFE).- Dois franceses que trabalham na atividade petrolífera foram seqüestrados no sábado nas proximidades do complexo de Port Harcourt, no sul da Nigéria, disse hoje o Ministério de Assuntos Exteriores francês.

EFE |

O ministério, que não deu detalhes sobre a identidade ou as condições da captura destas duas pessoas, destacou, em comunicado, que está mobilizado, tanto em Paris, quanto em Abuja e Lagos - capitais política e econômica da Nigéria -, "para trabalhar para sua libertação no prazo mais breve possível".

A esse respeito, disse que o titular do departamento, Bernard Kouchner, ativou o centro de crise previsto para este tipo de situação e que, junto com o Consulado da França em Lagos, "estão em contato estreito com a empresa" na qual trabalham esses dois cidadãos franceses e com as famílias.

Também justificou não comunicar dados precisos, porque, neste tipo de caso, "a discrição é indispensável para a eficácia da ação".

A Polícia nigeriana tinha afirmado que os dois franceses foram capturados por homens armados nas proximidades do complexo petroleiro de Port Harcourt, uma área atingida por um aumento de ataques violentos de grupos armados. EFE ac/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG