Sequestradores querem levar avião sudanês da Líbia a Paris

TRÍPOLI (Reuters) - Sequestradores que forçaram um avião sudanês a pousar na Líbia exigiram que a aeronave seja reabastecida para poder voar a Paris, disse a agência de notícias estatal libanesa Jana na quarta-feira (horário local), citando o chefe do aeroporto em Kufrah. O piloto relatou ao comando do aeroporto que os sequestradores não querem nenhuma negociação e têm apenas uma exigência: que o avião seja reabastecido para voar a Paris, acrescentou a Jana, citando Khaled Sassia, chefe do aeroporto no sudeste da Líbia.

Reuters |

Os sequestradores pediram mapas para guiar seu vôo de Kufrah a Paris.

'O piloto também informou ao diretor do aeroporto que os sequestradores eram em dez, antes de voltar e dizer que o número poderia ser maior', informou a Jana.

Os sequestradores negaram ofertas de autoridades líbias de providenciar comida aos passageiros.

'Os sequestradores rejeitaram os pedidos do aeroporto de que dar atendimento médico aos passageiros que desmaiaram por causa de um problema com o ar-condicionado no avião', informou a agência.

    Leia tudo sobre: sudanes sequestrado aviao

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG