Sequestradores pedem US$ 2 mi por reféns capturados na Nigéria

Lagos, 14 jan (EFE).- Os sequestradores dos três cidadãos britânicos e do colombiano sequestrados na terça-feira no sul da Nigéria pedem US$ 2 milhões de resgate pela libertação, informou hoje a Polícia.

EFE |

A porta-voz da Polícia do estado de Rivers, na região petrolífera do Delta do Níger, Rita Abbey, informou sobre o pedido de resgate, sem dar mais detalhes.

O cidadão colombiano Fabián Sánchez e os britânicos John Bennet, Kevin Gray e Martin Phillip, trabalhadores da empresa NetcoDietsmann, contratada da multinacional petrolífera Shell, foram sequestrados no início da terça-feira na localidade de Obehie, no estado de Abia, no sudeste da Nigéria.

O sequestro, durante o qual os autores assassinaram o policial que protegia os técnicos estrangeiros e feriram o motorista do veículo, aconteceu cerca de 25 quilômetros ao sul da cidade de Port Harcourt, capital do estado de River e principal localidade da área petrolífera.

A Polícia ofereceu uma recompensa de US$ 13 mil por informação que possa ajudar na libertação dos sequestrados e na detenção dos sequestradores.

Na região petrolífera do sul da Nigéria, atuam ainda organizações guerrilheiras e vários grupos de criminosos armados. EFE da/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG