Sequestradores do Sudão alertam para estado de saúde de reféns

Cartum, 25 abr (EFE).- O grupo que sequestrou duas voluntárias estrangeiras na região sudanesa de Darfur no último dia 4 afirmou hoje que a saúde das reféns piorou, motivo pelo qual não descartaram que possam morrer caso não recebam atendimento médico.

EFE |

O alerta foi feito por um porta-voz do grupo de sequestradores em um contato telefônico com a Agência Efe a partir de uma área de Darfur próxima à fronteira com o Chade, no oeste do Sudão.

O integrante do grupo explicou que a francesa Claire Dubois, que é refém junto com a canadense Stéphanie Jodoin, não se sente bem porque sofre de diarréia crônica.

Além disso, o porta-voz, que não se identificou, explicou que Dubois e Jodoin comem só uma vez ao dia e bebem água de poço imprópria para o consumo humano.

Nesse sentido, disse que se as dois reféns morrerem, os sequestradores serão obrigados a sepultá-las em qualquer lugar.

O porta-voz dos sequestradores também revelou que seu grupo transferiu as duas voluntárias para um lugar diferente do que estavam até agora.

Além disso, contou que um de seus companheiros retornou na madrugada de hoje do Chade, onde entregou a um mediador chadiano as condições exigidas para libertar as duas reféns.

Os membros do grupo dizem pertencer a uma guerrilha identificada como "Falcões Livres da África". Eles capturaram as duas voluntárias da organização Ajuda Médica Internacional em seu escritório da cidade sudanesa de Nyala, a cerca de 100 quilômetros da fronteira com o Chade.

Em troca de libertá-las, o grupo está pedindo que sejam julgados no Sudão os responsáveis pela organização francesa Arca de Zoé, envolvida em uma tentativa frustrada de levar para a França, desde o Chade, cerca de 100 crianças procedentes de Darfur, em 2007.

No último dia 14, a canadense assegurou em uma conversa telefônica com a Efe que ela e sua companheira de cativeiro estavam sendo bem tratadas por seus sequestradores e que confiava em uma rápida libertação. EFE az-aj-ag/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG