Sequestradores deixam avião algemados no México

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - Cinco homens algemados foram retirados pela polícia de um avião da Aeroméxico, sequestrado nesta quarta-feira, pouco depois de cerca de 100 passageiros e tripulantes terem deixado a aeronave em segurança, mostraram imagens da televisão local. O ministro do Transporte, Juan Molinar, confirmou que não havia bomba a bordo da aeronave e que todos os passageiros haviam sido retirados.

Reuters |

"Os passageiros estão salvos. Não havia bomba", disse Molinar ao canal Televisa.

A aeronave mexicana aterrissou no aeroporto internacional da Cidade do México na tarde desta quarta-feira, após ser sequestrado em Cancun com 104 passageiros a bordo, segundo rádios mexicanas.

Depois da chegada do avião, imagens de televisão mostraram forças de segurança mexicanas chegando ao aeroporto da capital do México, onde as operações foram suspensas.

Sites de jornais locais informaram que os sequestradores ameaçavam explodir a aeronave caso não conseguissem falar com o presidente do país, Felipe Calderón.

O jornal El Universal informou que os homens não conseguiram invadir a cabine do avião.

(Reportagem de Eliana Aponte, Cyntia Barrera, Carlos Pacheco e Noel Randewich)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG