Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Sequestradores de avião sudanês querem viajar a Paris

Os sequestradores que desviaram para a Líbia um avião sudanês com mais de 100 pessoas a bordo pediram combustível para viajar a Paris, informou na madrugada desta quarta-feira um fonte aeronáutica líbia.

AFP |

Os piratas aéreos afirmam pertencer ao Exército de Libertação do Sudão (ALS), de Abdel Wahid Mohammed Nur, que vive na capital francesa, disse a fonte.

As autoridades líbias estão em contato com os sequestradores e já enviaram água ao avião, revelou à AFP um dirigente local.

O avião foi seqüestrado logo após decolar da região de Darfur (oeste do Sudão), e pousou na terça-feira em Kufra, no sul da Líbia, segundo o diretor da companhia aérea Sun Air, Mortada Hassan.

Kufra é uma cidade oásis no deserto do sudeste da Líbia, na fronteira com o Egito.

O Boeing 737 da Sun Air foi dominado pelos sequestradores assim que decolou de Nyala, cidade da província de Darfur, no oeste do Sudão, região devastada por cinco anos de guerra civil.

"Aos 20 minutos de vôo, o piloto entrou em contato com o aeroporto de Nyala para informar que o aparelho tinha sido sequestrado e seguia para Trípoli, na Líbia", revelou à AFP um funcionário da Sun Air.

O chefe de segurança da Sun Air, Hamza Hassan, informou posteriormente que o avião tinha pouco combustível, após ser proibido de pousar no Cairo.

Segundo a companhia, o avião leva 95 passageiros e sete tripulantes.

ila/LR

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG