Separatistas lançam operação para ocupar localidades georgianas da Ossétia

Moscou, 11 ago (EFE) - A separatista Ossétia do Sul anunciou hoje que lançará uma operação militar para impor o controle sobre as localidades georgianas desta região, que ocupam aproximadamente um terço do território da Geórgia.

EFE |

"Ordenei ao Exército da Ossétia do Sul iniciar a operação 'Boomerang', cujo objetivo é colocar sob nosso controle todas as localidades ao longo da fronteira entre Ossétia do Sul e Geórgia", disse o líder separatista, Eduard Kokoiti.

Ele acrescentou que "a operação georgiana para exterminar a Ossétia do Sul fracassou totalmente", graças ao apoio militar dado pela Rússia às autoridades separatistas, e prometeu um tratamento civilizado aos habitantes dos povoados georgianos da região.

"Nós, ao contrário dos georgianos, não causaremos dano à população civil", afirmou.

"Criaremos corredores humanitários para as mulheres e crianças, e com os homens investigaremos se, caso não tenham participado dos combates, e se não estiverem manchados de sangue, poderão viver tranquilamente", disse Kokoiti à agência russa "Interfax".

Simultaneamente, o Governo de Kokoiti acusou as tropas georgianas de lançar novos bombardeios às localidades da Ossétia do Sul, o que foi desmentido pelo Governo de Tbilisi.

"Às 15h30 (8h30 em Brasília), as forças georgianas retomaram os ataques em massa com diversas armas contra as localidades da Ossétia do Sul", declarou à "Interfax" a porta-voz do Governo da região, Irina Gagloyeva.

A notícia foi desmentida taxativamente pelo porta-voz do Ministério do Interior da Geórgia, Shota Utiashvili.

"Cumprimos com todo rigor nossos compromissos e não abrimos fogo.

Não fizemos um só disparo", assegurou Utiashvili à imprensa em Tbilisi.

O presidente da Geórgia, Mikhail Saakashvili, assinou hoje um cessar-fogo unilateral, primeiro fruto das gestões diplomáticas da União Européia (UE) para o fim das hostilidades na Ossétia do Sul.

EFE si/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG