Separatistas curdos matam policial e ferem 14 na Turquia

Ancara, 8 out (EFE).- Um grupo de terroristas do clandestino Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) matou hoje um policial e feriu outras 14 pessoas em ataque a um ônibus de uma academia de Polícia na província de Diyarbakir, no sudeste da Turquia.

EFE |

Os noticiários turcos disseram que o ataque ocorreu às 17h30 locais, (11h30 de Brasília).

O ônibus, da academia policial Gaffar Okkan, foi baleado por francos-atiradores com rifles de longa distância, quando circulava pelo distrito de Aziziye, na província de Diyarbakir.

Os disparos causaram a morte de um agente e feriram outras 14 pessoas, entre as quais trabalhadores civis da academia policial.

O PKK surgiu em 1984 exigindo a independência dos 12 milhões de curdos que vivem na Turquia e, desde então, mais de 35 mil pessoas morreram em uma guerra não declarada entre ele e as forças de segurança turcas. EFE dt/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG