Separatistas acusam Geórgia de atirar contra vilas e animais

MOSCOU (Reuters) - Separatistas da região georgiana da Ossétia do Sul acusaram sabotadores georgianos de atirar em vilas e criações de animais, mas o governo da Geórgia negou a acusação. A Ossétia do Sul foi neste mês o foco de conflitos entre forças da Rússia e da Geórgia. Um acordo de cessar fogo está em vigência, mas observadores dizem que ele é frágil.

Reuters |

'Forças especiais georgianas organizaram grupos de sabotadores terroristas com o objetivo de colocar pressão psicológica no povo da Ossétia do Sul', disse o ministério do Interior dos separatistas em nota.

'Já notamos casos em que vilas e criações de animais foram alvos de disparos', disse a nota, que foi postada no site da administração separatista na Internet, http://cominf.org.

Shota Utiashvili, uma autoridade do ministério do Interior da Geórgia, negou que tais ataques tivessem ocorrido. 'Isto não é verdade. Não estamos atirando em ninguém', disse à Reuters.

(Reportagem de Christian Lowe em Moscow e Margarita Antidze em Tbilisi).

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG