Duas gêmeas que eram unidas pela cabeça e que foram separadas em uma operação em meados de novembro receberam alta do hospital em que se encontravam, em Melbourne, na Austrália. Os médicos que realizaram a operação disseram que a rapidez da recuperação das meninas de Bangladesh foi impressionante.

As gêmeas tinham os cérebros unidos e, segundo os médicos, a chance de ambas sobreviverem à operação era de apenas 25%.

A equipe de médicos decidiu que as irmãs estavam saudáveis o suficiente para ter alta e poder celebrar seu aniversário de 3 anos em casa.

Trishna e Krishna foram descobertas em um orfanato na cidade de Dhaka por assistentes sociais e levadas para a Austrália há dois anos pela organização 'Children First Foundation', para serem operadas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.