Senadores democratas rejeitam indicação de Blagojevich para cadeira de Obama

Washington, 30 dez (EFE).- Os líderes democratas no Senado americano disseram que não aceitarão a indicação feita hoje pelo governador de Illinois, Rod Blagojevich, para que o ex-procurador-geral do estado Roland Burris seja o novo ocupante da cadeira que pertencia ao presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama.

EFE |

"Sob estas circunstâncias, qualquer pessoa nomeada pelo governador Blagojevich", que é acusado de corrupção, "não pode ser um servidor eficaz do povo de Illinois, e, como já dissemos, não será ratificado pela bancada democrata", disseram em um comunicado os líderes do partido no Senado.

Os senadores democratas esclareceram que a posição deles nada tem a ver com a qualificação de Burris para o cargo.

A questão, disseram, está relacionada à "integridade de um governador acusado de tentar vender a cadeira" de Obama e à entrada no Senado de uma pessoa que, por ter sido indicada por Blagojevich, tomaria posse "sob a sombra da suspeita".

Além disso, os líderes do partido no Senado voltaram a pedir que Blagojevich, também democrata, renuncie e que seu vice seja autorizado a nomear alguém. EFE cma/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG