Senadores de Brasil e Chile analisarão missão da ONU no Haiti

SANTIAGO - As comissões de Relações Exteriores dos Senados de Brasil e Chile analisarão em Brasília, esta semana, o futuro e o novo papel da Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah), integrada por contingentes militares dos dois países.

EFE |

A afirmação foi feita hoje na capital chilena pelos senadores Jaime Gazmuri e Hernán Larraín, ambos membros da Comissão de Relações Exteriores da Câmara Alta do Chile, que se reunirão nesta quarta e quinta-feira com os legisladores brasileiros.

A idéia principal, disseram os parlamentares, é analisar o futuro papel da Minustah.

Gazmuri disse que, no Parlamento chileno, que autorizou em 20 de maio a renovação por mais um ano da permanência das tropas que o Chile mantém no Haiti, houve um amplo debate onde se manifestaram várias preocupações com o papel que a Minustah deve desempenhar.

"Isso porque muitos são favoráveis a mudar o enfoque de uma presença para garantir a segurança a uma apresentação centrada no desenvolvimento econômico e social do Haiti", ressaltou o senador socialista chileno.

Já Larraín destacou que, "no tema do Haiti, interessa-nos que o apoio militar que a missão da ONU ganhou se transforme em um suporte para o desenvolvimento econômico e social para que outros entrem a ocupar o papel que estamos desempenhando, de modo a poder nos dedicar a uma cooperação em outros âmbitos".

Os dois parlamentares destacaram, além disso, o trabalho conjunto entre os legisladores de ambas as nações e a necessidade de fortalecer ainda mais as relações bilaterais.

"O Brasil é um aliado estratégico do Chile e as relações interparlamentares tinham estado um pouco afastadas, de modo que, ao abrir estes canais de comunicação, temos a possibilidade certa de avançar na linha de ter aliados sólidos e fortes dentro da América do Sul", indicou Larraín.

O Chile participa da Minustah junto a outros oito países latino-americanos, com um contingente de 500 militares e 20 policiais.

Leia mais sobre: Haiti

    Leia tudo sobre: haiti

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG