Senadores americanos querem eliminar restrições de viagens a Cuba

Washington, 20 mai (EFE).- O presidente da Comissão de Finanças do Senado dos Estados Unidos, Max Baucus, e outros 15 senadores dos dois partidos apresentaram hoje um projeto de lei para eliminar as restrições para viajar a Cuba e reduzir os empecilhos comerciais.

EFE |

A oitava seção da iniciativa pede para eliminar "todas" as restrições de viagens para Cuba para os americanos e os moradores legais no país.

Este projeto foi lançado depois que o presidente americano, Barack Obama, levantou, em abril, as limitações para as viagens de cerca de 1,5 milhão de americanos com parentes em Cuba.

As atuais leis permitem também as viagens de religiosos, professores e grupos humanitários, que, no entanto, devem ter uma licença do Departamento do Tesouro americano.

Por outro lado, a proposta apresentada hoje pelos legisladores procura ajudar os agricultores americanos a exportar os produtos a Cuba, ao permitir os pagamentos diretos com dinheiro.

Atualmente, os compradores cubanos têm que fazer os pagamentos com dinheiro de produtos agrícolas em bancos em terceiros países, que obtêm uma comissão por cada venda.

A terceira seção da iniciativa parlamentar permite que os bancos americanos recebam diretamente pagamentos das entidades bancárias cubanas para as transações agrícolas autorizadas.

A proposta também solicita que o Departamento de Agricultura impulsione as exportações agrícolas à ilha.

Além disso, o projeto limita as restrições para a venda de remédios e equipamentos médicos. EFE tb/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG