Senadores americanos buscam impulsionar democracia hondurenha

San José, 20 fev (EFE).- Os senadores americanos Bob Corker (republicano) e Christopher Dodd (democrata) discutiram hoje com o presidente da Costa Rica, Óscar Arias, como ajudar a impulsionar a democracia em Honduras, para onde viajarão neste sábado.

EFE |

"Passou-se muito tempo sem visitarmos a América Central, por isso queremos falar com os líderes sobre como veem a situação de seus países", comentou Dodd ao final de sua reunião com Arias, de quem se disse "amigo político e pessoal por muito anos".

O senador democrata expressou que têm especial interesse na sua visita a Honduras, onde se encontrarão não só com representantes do Governo de Porfirio Lobo, mas com membros da oposição.

O Governo americano reconheceu como legítimo o novo Executivo hondurenho, eleito no dia 27 de janeiro, nas eleições após o golpe de Estado que tirou Manuel Zelaya do poder em julho do ano passado.

"O que aconteceu em Honduras é triste, mas isso foi ontem; sempre temos a responsabilidade de pensar sobre o amanhã", afirmou Dodd.

"O povo de Honduras sofreu muito e é importante buscar a maneira de como podemos ajudar esse país em muitos sentidos", acrescentou, embora tenha esclarecido que sua visita é, sobretudo, para informar-se de primeira mão sobre a realidade do país.

Ambos os políticos fazem parte do Comitê de Relações Exteriores do Senado e têm a seu cargo os assuntos americanos. EFE nda/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG