tragédias ligadas à imigração - Mundo - iG" /

Senadora italiana faz greve da fome contra tragédias ligadas à imigração

Angela Maraventano, senadora italiana do partido populista Liga do Norte e prefeita adjunta da ilha de Lampedusa, onde mais de mil imigrantes clandestinos desembarcaram nos últimos dias, iniciou neste sábado uma greve da fome para protestar contra as tragédias do mar.

AFP |

"Estou disposta a morrer para que acabem as tragédias do mar e o desembarques sem fim na minha ilha", anunciou à imprensa ao iniciar sua greve da fome numa barca ancorada na entrada do porto de Lampedusa.

"Quero protestar contra o dirigente líbio Muammar Kadhafi. Ele não pode seguir permitindo que imigrantes saiam das costas de seu país em travessias que sempre acabam em tragédia", acrescentou.

A maioria dos clandestinos que chegam a Lampedusa sai das costas líbias, que estão a apenas 200 km da ilha italiana.

"Espero que meu gesto fará com que ele entenda que é preciso salvar essas pessoas. O governo italiano está começando a se mexer, e espero que notícias positivas cheguem em breve para que eu possa interromper minha greve da fome", destacou a senadora.

Somente na quinta-feira, mais de 800 clandestinos desembarcaram na pequena ilha de Lampedusa, ao sul da Sicília, obrigando as autoridades locais a instalar uma ponte aérea com outras cidades italianas para permitir o alojamento destes imigrantes.

De acordo com o ministério do Interior, o número de imigrantes clandestinos que chegaram a Lampedusa dobrou entre os primeiros semestres de 2007 e 2008.

kd/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG