Senador republicano propõe revisão de embargo a Cuba

Washington - O senador republicano Richard Lugar tenta revisar a política externa dos EUA para Cuba, ao considerar que o embargo comercial imposto em 1962 não conseguiu promover uma mudança democrática na ilha e ainda serviu como desculpa para o autoritarismo de seu governo.

EFE |

Republicano de maior categoria no Comitê de Relações Exteriores do Senado, Lugar afirmou neste sábado, em carta que acompanha a um relatório sobre Cuba à qual a Agência Efe teve acesso, que, embora sejam uma ferramenta "legítima" da política externa dos EUA, as sanções econômicas fracassaram no caso de Cuba.

"Após 47 anos, o embargo contra Cuba fracassou em seu declarado propósito de levar a democracia ao povo cubano... devemos reconhecer a ineficácia de nossa política atual e tratar com o regime cubano de forma a reforçar os interesses americanos", recomendou.

O senador destacou que o embargo ainda deu a Fidel Castro -que comandou a ilha por 49 anos, e há um ano passou o governo a seu irmão, Raúl- uma desculpa para justificar as penúrias de "uma população empobrecida".

O relatório de 25 páginas é fruto de uma viagem a Cuba realizada por assessores de Lugar entre 11 e 14 de janeiro, com permissão do governo e a convite do Instituto Lexington.

Segundo ele, a política de embargo transgride a postura de outros países da América Latina sobre uma maior aproximação com Cuba e impede a cooperação com a ilha em assuntos de interesse mútuo como a migração e a luta contra o tráfico de drogas.

Além disso, a política dos EUA dá ao governo de Havana um "bode expiatório para suas dificuldades econômicas e uma ameaça externa com a qual justifica seu autoritarismo", e ignora os eventos recentes que podem revisar as relações com Cuba.

A análise é divulgada quando diversos grupos cívicos e líderes acadêmicos do país também pressionam a favor da flexibilização das restrições de viagens e de remessas de dinheiro à ilha.

Leia mais sobre embargo

    Leia tudo sobre: embargo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG