Senador Edward Kennedy é levado às pressas ao hospital

WASHINGTON (Reuters) - O senador Edward Kennedy, importante líder democrata e hoje cabeça de uma proeminente dinastia política nos Estados Unidos, foi hospitalizado em Boston, disse um porta-voz de um hospital em Cape Cod, no sábado. Kennedy, de 76 anos, foi levado de sua residência, em Hyannisport, no Estado de Massachusetts, ao hospital de Cape Cod às 12h (horário de Brasília), disse à Reuters o porta-voz, sendo depois transferido para Boston.

Reuters |

A CNN noticiou que Kennedy foi levado ao Massachusetts General Hospital em Boston com sintomas de um derrame, citando uma importante, mas não identificada fonte do partido.

O veterano senador por Massachusetts é uma importante voz liberal de apoio a Barack Obama em sua tentativa de obter a indicação do Partido Democrata para disputar a Presidência da República nas eleições de novembro.

Kennedy passou por uma cirurgia preventiva em Boston em outubro para desobstruir a artéria carótida, que estava parcialmente obstruída em seu pescoço.

O bloqueio foi descoberto durante exames de rotina de suas costas e espinha, disse seu médico. A artéria obstruída pode levar a um derrame e à morte.

Kennedy tem sofrido de problemas nas costas e na espinha desde um acidente de avião em 1964, no qual o piloto e um de seus assessores morreram e o senador foi retirado dos destroços ferido nas costas, com um pulmão perfurado, costelas quebradas e hemorragia interna.

Irmão mais jovem do presidente norte-americano John F.

Kennedy, assassinado em 1963, foi eleito ao Senado um ano antes e atualmente serve como chairman do Comitê de Saúde, Educação, Trabalho e Pensões.

Ele ajudou a garantir um aumento do salário mínimo nacional este ano e trabalhou com republicanos para produzir uma ampla reforma sobre imigração, que não conseguiu ser aprovada no Senado devido à ferrenha oposição de republicanos conservadores.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG