Senador Edward Kennedy é internado com urgência nos EUA

O senador democrata americano Edward Kennedy foi transportado com urgência a um hospital de Cape Cod (Massachusetts, nordeste dos Estados Unidos), depois de sofrer um suposto ataque vascular cerebral, informou seu gabinete.

AFP |

"Parece que o senador Kennedy sofreu um acidente vascular cerebral esta manhã. Ele está sendo submetido a uma série de exames no Hospital Geral de Massachusetts (Boston) para determinar a causa", afirma um comunicado.

"O senador Kennedy descansa comodamente, e é pouco provável que saibamos algo mais nas próximas 48 horas", acrescentou o texto.

O canal CNN citou uma fonte democrata de Massachusetts, segundo a qual o senador, um dos símbolos democratas do Congresso americano, foi levado direto da mansão dos Kennedy em Hyannis (Massachusetts) para o hospital de Cape Cod.

Segundo uma rede de televisão de Boston, o senador foi levado posteriormente de helicóptero para o hospital geral de Massachusetts, em Boston.

'Ted' Kennedy, de 76 anos, foi internado por apresentar "os sintomas de um derrame", segundo a CNN, que não revelou mais detalhes.

Kennedy é o último irmão vivo do ex-presidente John Kennedy, assassinado em 22 de novembro de 1963. Outro de seus irmãos, o senador Robert Kennedy, foi assassinado em 5 de junho de 1968 quando fazia campanha para as eleições presidenciais.

Convertido em patriarca da família, 'Ted' Kennedy é um firme opositor à política do presidente George W. Bush.

Ao lado da sobrinha Caroline Kennedy, filha de John, declarou apoio em janeiro ao pré-candidato democrata à presidência Barack Obama.

Eleito senador pela primeira vez em 1962, ostenta o segundo lugar de permanência no Senador nos Estados Unidos: 45 anos.

cel/fb/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG