Roma, 5 nov (EFE).- O porta-voz no Senado italiano do partido governamental Povo da Liberdade (PDL), Maurizio Gasparri, disse hoje que talvez a Al Qaeda ficará mais feliz com a vitória de Barack Obama nas eleições presidenciais dos Estados Unidos.

"Sobre Obama, há muitos pontos de interrogação. Talvez, com ele na Casa Branca, a Al Qaeda ficará mais feliz", disse o senador do partido do primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, em declarações aos noticiários da emissora estatal "RAI3".

As palavras do político italiano provocaram duras reações da oposição, que pediu que Berlusconi tomasse distância destas declarações.

"É muito grave e inaceitável que o porta-voz do partido da maioria tenha pronunciado estas palavras", disse a porta-voz no Senado do Partido Democrata (PD), Anna Finocchiaro.

Além disso, o membro do PD Vincenzo Cerami exigiu que Gasparri, devido a seu delicado papel institucional, pedisse "desculpas" ao novo presidente dos Estados Unidos, através das vias diplomáticas.

Após a polêmica, Gasparri afirmou que está "convencido de que a política republicana se empenhou fortemente para contrastar o terrorismo internacional" e que agora será preciso julgar o que os democratas farão.

"Todos estamos convencidos de que Barack Obama dará continuidade à política de defesa da democracia e à legalidade internacional que distinguiu as várias Presidências dos Estados Unidos". EFE ccg/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.