Montevidéu, 11 nov (EFE).- A Câmara de Senadores do Uruguai aprovou hoje por maioria a Lei de Saúde Sexual e Reprodutiva, que autoriza o aborto e que gerou polêmica em nível político e social no país, informaram fontes parlamentares.

A lei, que antes teve a aprovação da Câmara dos Deputados, foi impulsionada pelos legisladores da governista coalizão de esquerda Frente Ampla. EFE jf/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.