escalada de autoritarismo na Venezuela - Mundo - iG" /

Senado repudia escalada de autoritarismo na Venezuela

Brasília, 20 ago (EFE).- A Comissão de Relações Exteriores do Senado, que debate a entrada da Venezuela no Mercosul, aprovou hoje um voto de repúdio à escalada de autoritarismo e ao assédio à imprensa livre no país.

EFE |

Em uma sessão pública, os senadores aprovaram o documento, no qual afirmam que a "escalada" contra a liberdade de imprensa e opinião na Venezuela começou em 2007, quando o Governo do presidente Hugo Chávez não renovou a concessão de funcionamento do canal "Radio Caracas Televisión" (RCTV).

"Desde então, Chávez intensificou a ação contra a liberdade de imprensa, um dos pilares da democracia, e retirou do ar mais de 200 emissoras de rádio", declarou o senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), que propôs o voto de repúdio.

Segundo Ribeiro, o Senado "precisa dar uma demonstração de apoio ao restabelecimento de uma plena democracia na Venezuela".

A Comissão de Relações Exteriores do Senado será responsável pela votação do protocolo de adesão da Venezuela ao Mercosul.

No entanto, até o momento, a entrada da Venezuela no bloco como membro pleno só foi votada e aprovada pelos Congressos da Argentina e do Uruguai.

No caso do Brasil, se a adesão da Venezuela ao Mercosul for aprovada pela Comissão de Relações Exteriores, deverá passar depois por uma última votação no plenário do Senado. EFE ed/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG