humilhação a Vargas Llosa em Caracas - Mundo - iG" /

Senado pede explicação para humilhação a Vargas Llosa em Caracas

Brasília, 29 mai (EFE).- Uma comissão do Senado brasileiro pedirá que a Venezuela apresente explicações pela retenção do escritor peruano Mario Vargas Llosa no aeroporto de Caracas, que qualificou de humilhação, informaram hoje fontes parlamentares.

EFE |

O pedido de explicações à Venezuela, formulado pela Comissão de Relações Exteriores do Senado, deverá ser tramitado pelo Itamaraty e se refere à retenção sofrida por Vargas Llosa no aeroporto caraquenho, ao chegar ao país para participar de um fórum que reúne intelectuais e políticos conservadores.

"Não é um protesto, mas de um pedido de explicações", porque Vargas Llosa "é um ícone da literatura" e de tendência política liberal, "mas é um democrata", disse o senador Cristovam Buarque, de quem partiu a iniciativa.

A Comissão de Relações Exteriores do Senado debate atualmente o tratado de adesão da Venezuela ao Mercosul, mas Buarque esclareceu que, apesar das explicações solicitadas, seu parecer ainda é a favor da incorporação desse país ao bloco formado Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai.

Segundo Buarque, o escritor peruano foi "humilhado" pelas autoridades do aeroporto internacional de Maiquetía, a 30 quilômetros de Caracas, que o retiveram durante 90 minutos.

No Encontro Internacional Liberdade e Democracia, realizado até hoje na capital venezuelana, também participam cerca de 50 personalidades, entre as quais também estão o ex-presidente boliviano Jorge Quiroga, o ex-chanceler mexicano Jorge Castañeda e o escritor Álvaro Vargas Llosa, filho do autor peruano.

Nesta quinta-feira, na primeira jornada do congresso, as críticas a Chávez foram abundantes, a quem vários dos participantes acusaram de pretender instalar na Venezuela uma "ditadura comunista". EFE ed/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG