Senado dos EUA rejeita aprovação de verba para fechar Guantánamo

O Senado dos Estados Unidos confirmou nesta quarta-feira por 90 votos a 6 a recusa a aprovar uma verba para o fechamento do centro de detenção de Guantánamo, com os democratas exigindo do governo um plano preciso, antes de liberar o dinheiro.

AFP |

Emenda apresentada pelo senador democrata Daniel Inouye e seu colega republicano James Inhofe diz que "nenhum dos recursos" constantes do projeto de orçamento de 2009 para financiar as guerras do Afeganistão e do Iraque "será utilizado para trasladar, liberar ou encarcerar em outros pontos dos Estados Unidos qualquer indivíduo detido até 19 de maio de 2009 na base naval de Guantánamo (ilha de Cuba).

Sob a pressão de alguns republicanos, que exigem a manutenção da prisão de Guantánamo, os líderes democratas do Senado anunciaram na terça-feira que não aprovarão os recursos pedidos pelo presidente Barack Obama, no valor de 80 milhões de dólares, enquanto não for apresentado um plano mais detalhado para fechar o centro de detenção.

O diretor do FBI, Robert Mueller, também desaprovou o projeto do presidente Obama de fechar Guantánamo, e advertiu para os riscos de que os detidos fomentem atos terroristas se liberados em território americano.

Os detidos de Guantánamo representariam um risco mesmo se trasladados a prisões americanas de alta segurança, assinalou Mueller.

emp/jb/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG