Senado dos EUA presta homenagem póstuma a Ted Kennedy

Washington, 10 set (EFE).- Em meio ao trâmite da reforma do sistema de saúde americano, o Senado dos Estados Unidos fez hoje uma pausa em suas atividades para uma homenagem póstuma ao senador democrata Ted Kennedy por sua incansável luta pela cobertura médica universal no país.

EFE |

"O impacto que deixou em nossa história perdurará e seu sonho jamais morrerá", disse o líder da maioria democrata no Senado, Harry Reid.

"Graças a Ted Kennedy, hoje mais crianças podem ser saudáveis.

Graças a Ted Kennedy, mais minorias, mulheres e imigrantes podem gozar dos direitos que foram prometidos nos históricos documentos da fundação de nosso país", disse Reid.

Os senadores republicanos Mitch McConnell e Orrin Hatch se somaram aos elogios a Kennedy, ao destacarem a capacidade do senador de conseguir consenso com a oposição.

Ted Kennedy morreu aos 77 anos no último dia 25 após uma batalha de 15 meses contra um câncer cerebral. O senador dedicou toda sua carreira no Senado a favor de uma reforma do sistema de saúde americano e considerou o tema como a "causa" de sua vida.

A homenagem póstuma, planejada no reinício das atividades legislativas esta semana, aconteceu enquanto os democratas do Congresso, liderados pelo presidente americano, Barack Obama, continuam sua campanha a favor da reforma do sistema de saúde.

Durante um discurso às duas câmaras do Congresso na noite de ontem, Obama citou uma carta que Kennedy lhe escreveu e ordenou que fosse entregue apenas depois de sua morte.

Na carta, Kennedy disse ao presidente americano que a saúde nos EUA é, antes de tudo, "um assunto moral". EFE mp/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG