Senado dos EUA pede desculpas formais aos negros por escravidão e segregação

O Senado dos Estados Unidos votou nesta quinta-feira a favor de pedir formalmente desculpas aos negros em nome do povo americano pela escravidão e a segregação racial, cinco meses depois da posse do primeiro presidente negro do país, Barack Obama.

AFP |

Esta resolução simbólica foi aprovada por aclamação, com a maioria democrata e a oposição republicana de acordo sobre o texto.

A resolução deve ser adotada também pela Câmara de Representantes, mas não requer a assinatura de Obama.

A votação ocorreu na véspera da celebração do fim da escravidão nos Estados Unidos, em 1865, depois da Guerra da Secessão.

O texto reconhece "a injustiça, a crueldade, a brutalidade e a desumanidade da escravidão e das leis segregacionistas conhecidas como 'leis Jim Crow'", que foram abolidas em 1964 pela lei sobre os direitos cívicos.

O "Civil Rights Act" proibia qualquer forma de discriminação em locais públicos.

emp/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG