Senado dos EUA destina US$ 550 mi para reforçar fronteira com México

Washington, 1 abr (EFE).- O Senado dos Estados Unidos aprovou hoje por unanimidade uma iniciativa para alocar US$ 550 milhões para reforçar a segurança e combater a violência proveniente do tráfico de drogas na fronteira com o México.

EFE |

A medida, proposta pelo senador independente Joe Lieberman e pela republicana Susan Collins, busca reduzir o fluxo de armas e de dinheiro que alimentam os cartéis de droga no México.

Para se tornar lei, a iniciativa também teria que ser aprovada no processo de harmonização bicameral com a versão que sair da Câmara de Representantes.

A medida contempla a contratação, capacitação e desdobramento de mais agentes e investigadores federais à fronteira com o México, a fim de intensificar o combate aos traficantes de drogas que atuam na região.

A proposta inclui US$ 260 milhões para que a Patrulha Fronteiriça contrate, capacite e desdobre cerca de 1.600 agentes adicionais e 400 equipes de cães às tarefas de vigilância na zona.

Também prevê outros US$ 130 milhões para a contratação de 350 investigadores para casos de tráfico de armas e dinheiro, e destina US$ 20 milhões para melhorar as comunicações entre as autoridades de imigração e as de alfândegas.

Um valor similar é dirigido ao uso de tecnologia de ponta para evitar a entrada de possíveis criminosos no país.

Segundo a iniciativa, US$ 50 milhões serão utilizados para a contratação de 150 investigadores do Escritório para o Controle de Álcool, Tabaco e Armas de Fogo (ATF, em inglês) e de outros 50 inspetores na fronteira sul. EFE mp/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG