Senado dos EUA aprova Petraeus como chefe de Comando Conjunto Central

Washington, 10 jul (EFE) - O Senado autorizou hoje a nomeação do general David Petraeus que é, até agora, o principal responsável das forças dos Estados Unidos no Iraque, como novo chefe do Comando Conjunto Central, que abrange 27 países da África Oriental até o Afeganistão.

EFE |

Com 95 votos a favor e 2 contra, a Câmara Alta deu, assim, sinal verde à designação proposta no final de abril pelo secretário de Defesa americano, Robert Gates.

Os senadores democratas Robert Byrd e Tom Harkin se opuseram à nomeação de Petraeus.

O Senado aprovou também, com 96 votos a favor e 1 contra, a designação do tenente-general Raymond Odierno, que sucederá Petraus no comando das tropas americanas no Iraque.

Odierno era até hoje o subchefe das forças dos EUA no país árabe.

Neste caso, foi o senador Harkin que votou contra a escolha de Odierno, que será nomeado general, como "número um" no comando das forças no Iraque.

A decisão do Senado implica que os EUA manterão sua atual estratégia no Iraque durante os próximos seis meses e pelo menos até que um novo Governo tome posse em janeiro do ano que vem.

Petraeus e Odierno elaboraram juntos uma nova estratégia militar que pretende reduzir a violência no Iraque.

Como principal responsável do Comando Conjunto Central, Petraeus será encarregado pelas operações militares em uma região que inclui Irã, Paquistão e outros 25 países, de águas internacionais estratégicas ou de grande importância econômica, como o Golfo Pérsico, o Mar Vermelho e as zonas ocidentais do oceano Índico. EFE cae/bm/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG