Senado dos EUA aprova escolha de Ron Kirk como representante do Comércio

O Senado dos Estados Unidos aprovou nesta quarta-feira a escolha de Ron Kirk como representante americano para o Comércio international.

AFP |

Por 92 a 5, o Senado aprovou a nomeação de Kirk. "É a pessoa correta para conduzir nossa agenda comercial nestes tempos complicados", disse o presidente da comissão de Finanças do Senado, o democrata Max Baucus.

"Trabalhará para reconstruir a fé dos Estados Unidos nos benefícios do comércio internacional, além de ajudar o país a obter uma rápida recuperação econômica, abrindo mercados para produtos americanos.

Kirk havia sido alfinetado pela comissão de Finanças por irregularidades fiscais, que ele se apressou a corrigir. Comprometeu-se a pagar 10.000 dólares em impostos devidos.

Este ex-prefeito de Dallas (Texas, sul) sucederá a Susan Schwab, e será encarregado, principalmente, de trabalhosas negociações na Organização Mundial de Comércio (OMC).

Sua nomeação acontece num momento em que a crise mundial desperta tensões protecionistas em vários países, principalmente nos Estados Unidos.

O Congresso americano havia reservado uma cláusula no plano de retomada econômica avaliado em 787 bilhões de dólares aos produtores americanos, a Buy American. Em seguida, depois da reclamação dos parceiros econômicos de Washington, a disposição foi atenuada com uma frase segundo a qual não deveria entrar em contradição com as obrigações internacionais dos Estados Unidos.

Durante sua audiência de confirmação na Comissão de Finanças do Senado, ele havia prometido apoiar o livre-comércio: "Creio no (livre) comércio e trabalharei para ampliá-lo".

Ao mesmo tempo, admitiu que muitos americanos não se beneficiam da liberdade comercial e que os parceiros comerciais do país "não respeitam as regras do jogo".

Kirk havia advertido de que, se fosse confirmado, não chegaria ao cargo com o que qualificou de "febre de tratados" comerciais, tendo como prioridade assegurar a aplicação rígida das normas, incluindo as que têm relação com os padrões trabalhistas e ambientais.

ok/eg/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG