Nova York, 7 jan (EFE).- O Senado de Nova Jersey vetou hoje um projeto de lei que legalizaria o casamento entre pessoas do mesmo sexo no estado, onde há três anos já são autorizadas as uniões civis entre homossexuais.

A proposta foi derrotada por 20 votos contra e 14 a favor, após várias horas de um acalorado debate entre os legisladores e de ruidosas manifestações pró e contra o casamento gay na porta do Senado.

"Sinto-me decepcionado pelo resultado da votação desta medida de bom senso que teria garantido igualdade para todos", disse à imprensa local o governador em fim de mandato Jon Corzine, para quem a câmara alta do Legislativo estadual se posicionou "do lado errado da história".

Por sua vez, o presidente do Partido Republicano de Nova Jersey, Jay Webber, disse, em nota, que a decisão dos senadores foi condizente com a opinião da maioria da população.

"Desde o princípio, nos opusemos às tentativas legislativas e judiciais que tentaram redefinir o casamento em Nova Jersey. Somos a favor que o povo, nas urnas, decida se isso tem que mudar ou não", acrescentou.

Por ora, a legalização do casamento gay seguirá sendo uma reivindicação em Nova Jersey, já que o governador que está prestes a assumir, o republicano Chris Cristie, prometeu vetar projetos de lei como o vetado hoje pelo Senado. EFE jju/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.