Senado confirma Ron Kirk como representante comercial dos EUA

Washington, 18 mar (EFE).- O Senado americano aprovou hoje por grande maioria a indicação de Ron Kirk como representante comercial dos Estados Unidos, cargo equivalente a ministro do Comércio e a partir do qual terá que abrir novos mercados para produtos do país em meio a uma grave crise econômica global.

EFE |

Com 92 votos a favor e cinco contra, os senadores confirmaram o ex-prefeito de Dallas como o primeiro afro-americano no cargo, deixando de lado as críticas contra ele devido a um problema com impostos atrasados.

O presidente do Comitê de Finanças do Senado, Max Baucus, elogiou a confirmação de Kirk, a quem descreveu como "a pessoa idônea para dirigir nossa agenda comercial nestes tempos difíceis".

Segundo Baucus, como 16º representante comercial dos EUA (USTR, em inglês), Kirk "trabalhará para reconstruir a fé dos EUA nos benefícios do comércio internacional, e ajudará a guiar o país rumo a uma rápida recuperação econômica, mediante a abertura de mercados aos produtos americanos".

No entanto, durante o processo de confirmação, alguns republicanos não esconderam o mal-estar diante da percepção de que o Governo do presidente americano, o democrata Barack Obama, estaria colocando o país em um caminho protecionista.

Nesse sentido, o senador republicano e ex-candidato presidencial John McCain disse que votaria em Kirk, mas com certa "reticência", ao lembrar que, embora este apoie o comércio internacional, "também fez comentários que sugerem que o protecionismo não seria mau".

Como exemplo, McCain citou as objeções de Kirk aos tratados de livre-comércio com a Coreia do Sul e a Colômbia, que estão à espera de ratificação no Legislativo americano.

O escritório do USTR elogiou a confirmação de Kirk em comunicado, no qual destacou sua vasta experiência política de mais de 25 anos e sua reputação de obter coalizões para a expansão do comércio.

Antes do voto, a senadora republicana Kay Bailey Hutchinson destacou que um dos assuntos mais urgentes que Kirk terá que resolver é o cancelamento de um programa piloto que permitia a livre circulação de caminhões mexicanos nos Estados Unidos.

"O assunto mais urgente que o novo representante comercial enfrentará é o México. Todos sabemos que isso precisa ser resolvido", disse Hutchison. EFE mp/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG