Senado argentino aprova antecipação de legislativas

O Senado argentino converteu em lei nesta quinta-feira o projeto da presidente Cristina Kirchner para antecipar as eleições legislativas em quatro meses, para 28 de junho, sob o argumento de que o país precisa separar a campanha das tensões causadas pela crise global.

AFP |

O bloco do peronismo 'kirchnerista' e seus aliados somou 42 votos, contra 26 da oposição liberal, direita e radicais socialdemocratas, uma semana após o projeto passar pela Câmara dos Deputados.

Segundo Cristina Kirchner, "seria suicídio envolver a sociedade, até o final de outubro (data original das eleições), em uma discussão permanente enquanto o mundo se despedaça e pode cair sobre nós".

O debate no Congresso teve como pano de fundo o duro conflito entre organizações agropecuárias e o governo, envolvendo os impostos sobre as exportações de soja, principal cultivo da Argentina.

ml/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG