WASHINGTON (Reuters) - O Senado dos Estados Unidos aprovou nesta quinta-feira um pacote de mudanças para a reforma do sistema de saúde do presidente Barack Obama e enviou o projeto de lei para a Câmara dos Deputados para a aprovação final. As mudanças dão os últimos retoques no projeto de lei para a reforma da saúde sancionado por Obama na terça-feira. Está previsto que a Câmara aprove o pacote ainda nesta quinta-feira e envie à Casa Branca para que Obama assine.

As alterações incluem uma expansão dos subsídios para tornar o seguro mais barato e fornecer uma maior ajuda estatal ao programa Medicaid para os mais pobres. Elas também eliminam um acordo controverso no Senado que isenta o Estado de Nebraska de pagar pela expansão dos custos do Medicaid e cobrir um buraco na cobertura de remédios prescritos para idosos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.