Sem-teto encontra plantas de substituto do WTC no lixo em NY

Um sem-teto de Nova York encontrou no lixo as plantas confidenciais da Torre da Liberdade, edifício que vai substituir os dois prédios do World Trade Center (WTC), destruídos nos atentados de 11 de setembro de 2001. Mike Fleming encontrou os documentos em uma lixeira das ruas do bairro SoHo e entregou as plantas ao jornal New York Post, afirmando que temia que caíssem em mãos erradas.

BBC Brasil |

"Elas (as plantas) estavam logo no topo, e o caminhão de lixo passou dez minutos depois", disse Fleming ao jornal. "Fiquei chocado porque isso não tem preço e poderia ter caído nas mãos erradas."
"Sou um cara honesto", acrescentou o sem-teto. "Isso poderia ter acabado no (site de leilões pela internet) eBay ou com a Al-Qaeda."
A página da frente das duas cópias de 150 páginas da planta tinha a inscrição "Documento Protegido - Confidencial". Em uma das duas cópias idênticas estavam faltando 14 páginas.

Candace McAdams, porta-voz da Autoridade Portuária de Nova York, proprietária do local da construção, afirmou que as plantas "não eram muito detalhadas" e estavam disponíveis para qualquer pessoa interessada nos contratos.

Mesmo assim, a Autoridade Portuária vai iniciar um inquérito para descobrir como ocorreu o que chamaram de "lapso grosseiro de segurança". "Violar estes protocolos é causa para uma ação disciplinar séria", afirmou a porta-voz.

Detalhes
Apesar de não serem as plantas completas, os documentos, datados de 5 de outubro de 2007, mostram detalhes de cada andar, das paredes de concreto e dos sistemas de ventilação e aquecimento.

Além da própria Autoridade Portuária, estão listadas em cada página das plantas outras 11 entidades, incluindo a construtora, Tishman Construction, e os arquitetos Skidmor Owings e Merril.

De acordo com o arquiteto Steve Yang, que analisou os documentos e deu entrevista ao New York Post, as plantas seriam úteis para uma pessoa que estivesse planejando um atentado.

"Um especialista em explosivos, demolição ou armas biológicas certamente poderia descobrir o bastante para desenvolver um plano", disse Yang.

"Você pode ver onde estão todas as paredes de concreto, os poços das escadas de emergência e os sistemas elétricos", acrescentou.

    Leia tudo sobre: nova york

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG