Semana Santa na América Central tem mais de 270 mortos

Na Guatemala, pelo menos 70 pessoas morreram, a maioria delas em casos de violência

EFE |

Mais de 270 pessoas morreram durante o feriado de Semana Santa na América Central, informaram neste domingo fontes da Polícia e organismos de resgate da região. Na Guatemala, pelo menos 70 pessoas morreram, a maioria delas em casos de violência, segundo relatórios preliminares divulgados pelas autoridades de proteção civil.

Um total de 45 pessoas morreram assassinadas a tiros em diferentes pontos do país, e mais de 30 ficaram feridas, de acordo com as fontes. Já acidentes de trânsito deixaram 14 mortos e 100 feridos. Outras 5 pessoas afogadas, 3 apedrejados e 3 asfixiados se somam às vítimas mortais durante a Semana Santa na Guatemala.

Fontes dos Bombeiros na Nicarágua informaram hoje que pelo menos 43 pessoas morreram durante o feriadão, 20 delas afogadas em diferentes balneários e praias do país.

Dois trabalhadores de empresas transmissoras e distribuidoras de energia elétrica da Nicarágua morreram neste domingo eletrocutados, enquanto tentavam restabelecer o serviço de luz, informou uma fonte oficial. O porta-voz da Polícia Nacional, comissário maior Fernando Borge, informou que desde o feriado de Domingo de Ramos até hoje ocorreram 268 acidentes, dos quais 200 deixaram danos materiais, 68 feridos e nove vítimas fatais. Doze homicídios foram registrados durante as festividades.

Na Costa Rica, 34 pessoas morreram e 51 ficaram feridas desde domingo passado, de acordo com um Diário Oficial da Cruz Vermelha. Das 34 mortes, 24 foram vítimas de acidentes e sete pessoas morreram por agressões, inclusive uma mulher assassinada por seu marido, que depois se suicidou.

Os outros três casos faleceram por causas não divulgadas. A Defesa Civil de El Salvador informou a morte de 33 pessoas em acidentes de estradas, por afogamento e intoxicação. Dezessete pessoas perderam a vida em acidentes, 12 devido a asfixia por imersão e as outras por intoxicação e outras causas, indicou um boletim do Sistema de Defesa Civil, que não contabiliza as mortes violentas. Por enquanto o número de homicídios, que aumentou até a sexta-feira para 68, não foi atualizado. O número de feridos por acidentes subiu para 336.

Em Honduras, pelo menos 25 pessoas morreram e outras 29 tiveram ferimentos, informou o ministro de Segurança, Óscar Álvarez.

O alto funcionário disse em entrevista coletiva que 14 pessoas morreram em acidentes de trânsito e 11 por afogamento.

No Panamá foram registrados nestes dias quatro mortos e vários feridos em diferentes acidentes de estradas, informaram fontes oficiais. No entanto, as autoridades de Polícia e de proteção civil disseram à imprensa que estas ocorrências não entram nas estatísticas da Semana Santa, já que aconteceram em lugares que estão fora da área de cobertura de seus operacionais.

As autoridades centro-americanas se preparam neste domingo para prestar segurança às milhares de pessoas que aproveitaram o feriadão para viajar e que estão retornando às capitais.

    Leia tudo sobre: América Centralmortes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG