Sem autorização para viajar, governadores da oposição cancelam visita a Pando

Santa Cruz (Bolívia), 14 set (EFE).- Os governadores opositores da Bolívia cancelaram a viagem que fariam a Cobija em solidariedade ao governador de Pando, Leopoldo Fernández, já que não conseguiram permissão para chegar à cidade, que está em estado de sítio.

EFE |

Em entrevista coletiva no Aeroporto El Trompillo, no departamento de Santa Cruz (leste), os governadores opositores confirmaram que não conseguiram autorização da Administração de Aeroportos e Serviços Auxiliares à Navegação Aérea (Aasana), órgão estatal que administra os aeroportos na Bolívia, para viajar a Cobija.

Os governadores também denunciaram que em Pando não há como saber exatamente o que tem acontecido nas últimas horas, já que o Governo não permite a presença da imprensa independente.

Segundo a TV pública, o Exército tomou o controle de Cobija, mas uma fonte do Governo de Pando desmentiu essa informação à Agência Efe.

Os governadores queriam viajar a Cobija para mostrar sua solidariedade a Fernández e ao povo de Pando, onde, nos últimos dias, os confrontos entre opositores e eleitores do presidente da Bolívia, Evo Morales, deixaram pelo menos 30 mortos, segundo dados do Executivo.

As autoridades confirmaram que continua agendada a reunião prevista para hoje à tarde entre Morales e o governador de Tarija, Mario Cossío, que chegará a La Paz representando todos os governadores opositores. EFE fjo/wr/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG