Selo mais caro do mundo é vendido em Genebra

Casa de leilões David Feldman não revelou valor pago por um consórcio internacional que não foi identificado

iG São Paulo |

O selo postal mais caro do mundo, o sueco "Treskilling Yellow", foi vendido neste sábado em Genebra a um consórcio internacional que não revelou sua identidade nem o valor pago.

© AP
Selo mais caro do mundo foi impresso na cor amarela por engano

"Os integrantes do consórcio fizeram a compra considerando que se trata de um sólido investimento em tempos de crise", destaca a casa de leilões David Feldman, precisando que o selo é o mais caro do mundo.

O "Treskilling Yellow" já foi vendido em 1984, 1990 e 1996, quando chegou ao valor de 2,875 milhões de francos suíços (3,61 milhões de euros). O selo pertenceu a diferentes colecionadores, entre ele um aristocrata alemão que vivia na França e um magnata belga.

Ele foi descoberto por acaso em 1885, por um jovem sueco de 14 anos que descolava selos de um velho álbum para tentar revendê-los, esperando engrossar um pouco sua mesada. O Treskilling costumava ser verde, mas foi impresso em amarelo por engano em 1857.

Com AFP

    Leia tudo sobre: seloleilão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG