Seleção feminina de futebol acerta detalhes antes da estréia em Pequim

Redação Central, 4 ago (EFE).- A seleção brasileira de futebol feminino acertou os últimos detalhes na preparação para a estréia no torneio dos Jogos Olímpicos de Pequim, contra a Alemanha, nesta quarta-feira, dois dias antes da abertura oficial do evento.

EFE |

As brasileiras têm pela frente a mesma adversária que a derrotou na decisão da Copa do Mundo do ano passado, na China. Assim, o técnico brasileiro Jorge Barcelos reconhece: "A equipe está com aquela derrota engasgada até hoje. Era um jogo que poderíamos perfeitamente ter ganho", lamenta.

A partida das brasileiras - que levaram o ouro nos Jogos Pan-Americanos de 2007, no Rio de Janeiro - está marcada para as 17h locais (6h de Brasília) no Estádio do Centro Olímpico de Shenyang, conhecido como "Coroa de Cristal".

Assim como para os Jogos de Atenas, em 2004, e para a Copa do Mundo, a preparação foi em Umea, na Suécia. "Já é quase uma segunda casa para nós. Conhecemos até o caminho da padaria", brinca Paulo Dutra, chefe de equipe. "Mas o período de treinamento foi realmente muito proveitoso", explica.

Mesmo assim, o técnico prega concentração e constância para que a equipe consiga um bom resultado na estréia e em todo o torneio.

"O fato de o ano passado ter sido bom não quer dizer que este também será. Afinal de contas, as outras equipes também estão trabalhando. Agora é o momento em que todos os sacrifícios devem ser feitos", acredita.

Eleita a melhor jogadora do mundo pela Fifa por dois anos seguidos, a atacante Marta também analisa a preparação. "Estamos fazendo muitos treinos táticos, pois é o que precisamos acertar.

Chegamos à final nas outras vezes. Espero que agora a gente seja ainda mais feliz", disse.

A atleta também apontou o que acredita ser necessário para dar o troco nas alemãs. "Precisamos apertar mais a marcação, acertar as finalizações e jogar o tempo todo com muita atenção", concluiu.

O Brasil terá todas as jogadoras à disposição para a estréia desta quarta-feira. A atacante Cristiane, que sentiu dores na virilha há poucos dias, está liberada para o jogo, depois de fazer repouso.

Além das alemãs, o Brasil terá pela frente Coréia do Norte e Nigéria, pelo grupo F do torneio olímpico, considerado bastante complicado. EFE ev/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG