Seleção de basquete perde Érika para Jogos Olímpicos

Redação Central, 29 jul (EFE) - A pivô Érika, do Atlanta Dream, voltou a sentir dores na perna direita e seu corte da equipe que defenderá o Brasil nos Jogos Olímpicos foi confirmado hoje pelo Departamento Técnico da Confederação Brasileira de Basquete (CBB). O técnico Paulo Bassul lamentou a ausência de uma de suas principais atletas. Lamento profundamente a ausência dela porque perdemos uma jogadora-chave dentro do nosso esquema tático. Mas temos que olhar para frente e buscar a melhor forma de montar a equipe, disse o treinador ao site da confederação.

EFE |

Para o lugar de Érika, Bassul chamou Grazi, do Mizo Pecs, da Hungria.

"A Grazi está totalmente adaptada ao sistema da seleção e, com certeza, irá contribuir bastante para que a equipe tenha um bom desempenho", disse o treinador.

Nesta quarta, Bassul vai comandar a seleção em mais um amistoso contra a Austrália, às 6h de Brasília, no ginásio do Centro de Entretenimento de Sydney.

No primeiro amistoso, realizado na última segunda em Wollongong, as australianas venceram por 99 a 62. O Brasil não contará com a pivô Kelly, que está na WNBA, nem com a ala Micaela, que se recupera de uma contusão na coxa direita. EFE bpr/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG