Redação Central, 28 jul (EFE) - A equipe olímpica brasileira de judô vem contando com o apoio da seleção da categoria júnior na preparação para os Jogos Olímpicos. No período de aclimatação na cidade japonesa de Katsuura, os juniores simulam estilo e golpe dos principais adversários de Pequim. Rafaela Lopes, por exemplo, simula os movimentos da alemã Yvonne Bonisch, ouro nos 57kg em Atenas. Já sua irmã Raquel faz o papel da chinesa Shin Junjie, campeã mundial de 2007 nos 52kg.

A comissão técnica passa instruções aos juniores a partir de filmagens dos combates dos estrangeiros. A treinadora da seleção feminina, Rosicléia Campos, se disse satisfeita com a iniciativa.

"É uma fase muito importante do treinamento. Só tenho a agradecer ao pessoal dos juniores. Estão sendo nota dez. Fazem tudo o que pedimos com a maior alegria", disse a técnica.

"Eles sabem que esse contato com a seleção principal é bom também para o desenvolvimento técnico de cada um deles. Por isso optamos por trazer os juniores para a aclimatação no Japão", completou.

Para o jovens, o treinamento com as estrelas da modalidade no Brasil serve também como preparação para o Mundial da categoria, que será disputado em outubro, na Tailândia. EFE plc/rd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.