Seis soldados paquistaneses e pelo menos 30 insurgentes morreram em confrontos ocorridos no sudoeste do Paquistão neste final de semana, informou nesta segunda-feira uma autoridade dos serviços de segurança.

As forças de segurança paquistanesas lançaram uma operação contra vários acampamentos de rebeldes na província do Baluchistão, depois de um ataque contra soldados fronteiriços no sábado, indicou à AFP um alto funcionário que pediu para não ter sua identidade revelada.

"Seis soldados do corpo dos guardas fronteiriços morreram e trinta rebeldes foram detidos. Muitos rebeldes morreram, mas não tenho o número exato", disse a fonte.

Duas bases utilizadas pelos insurgentes foram destruídas, segundo a mesma fonte.

De acordo com autoridades dos serviços de inteligência de Quetta, pelo menos 30 insurgentes morreram, 22 deles no domingo, dia em que foram registrados os combates mais intensos.

O Baluchistão é cenário de uma insurreição de rebeldes nacionalistas, que exigem maior autonomia e uma divisão dos ganhos obtidos com a exploração do gás natural nessa região.

A região também está situada na fronteira com o Afeganistão, rodeada pelos talibãs.

Leia mais sobre: Paquistão

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.