por vontade própria - Mundo - iG" /

Seis presos abandonam o ETA por vontade própria

Madri, 28 jan (EFE).- Seis presos da organização terrorista basca ETA anunciaram em carta suas desvinculações por vontade própria do grupo armado, segundo o diário espanhol El País.

EFE |

Todos cumprem pena na província basca de Álava, por pertencerem à ETA e pela participação em vários atentados, que deixaram quase duas dezenas de mortos e feridos.

Os presos que abandonam a organização são Fernando de Luis Astarloa, Josu García Corporales, Luis María Lizarralde Izaguirre, Andoni Altza Hernández, José Manuel Fernández de Nanclares y José Antonio Hernández Velasco.

A decisão do grupo de dissidentes coincide com a greve de fome iniciada na segunda-feira passada pelo "setor duro" de presos da ETA em protesto pela política de dispersão penitenciária adotada contra eles, entre outras questões.

Os seis condenados aproveitam a carta para desmentir que outros nove membros do grupo terrorista que também estavam presos tinham sido expulsos, mas sim tomado decisão semelhante, deixando o grupo voluntariamente.

A ETA anunciou publicamente a expulsão após haver recebido críticas pela manutenção da "luta armada". EFE cn/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG