Seis presidentes estarão em reunião da Unasul sobre Haiti

Quito, 2 fev (EFE).- Seis presidentes confirmaram até agora sua presença na reunião extraordinária de chefes de Estado da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) em Quito para coordenar ações de ajuda ao Haiti, a qual foi adiada para a próxima terça-feira, disse hoje à Agência Efe uma fonte da Chancelaria equatoriana.

EFE |

Segundo a fonte, participarão da reunião, inicialmente marcada para esta quinta-feira, os presidentes Álvaro Uribe (Colômbia), Fernando Lugo (Paraguai), Alan García (Peru), Hugo Chávez (Venezuela) e Evo Morales (Bolívia), além do anfitrião, Rafael Correa.

No entanto, não está descartada a possibilidade de que outros governantes da região se somem ao encontro para coordenar o apoio ao Haiti, devastado por um forte terremoto ocorrido em 12 de janeiro.

A cúpula foi convocada por Rafael Correa, atualmente presidente temporário da Unasul.

O chanceler do Equador, Ricardo Patiño, explicou à agência estatal "Andes" que a data da reunião foi mudada devido às agendas dos chefes de Estado.

"A ideia é que todo o enorme esforço que a comunidade latino-americana e seus Governos estão fazendo para apoiar o Haiti não se dilua em ações descoordenadas, mas sim que seja feito diretamente com o Governo desse país", ressaltou Patiño.

Apesar da expectativa em relação à visita de Uribe ao Equador para a cúpula depois da ruptura de relações diplomáticas entre Quito e Bogotá, o chanceler disse que ainda não há definição sobre um encontro entre o presidente da Colômbia e Correa, já que o assunto principal da agenda é a ajuda ao Haiti.

"Ainda não vimos possibilidades de agendas bilaterais", disse Patiño. EFE sm/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG