Seis pessoas morrem em dois confrontos na Chechênia

Moscou, 29 jun (EFE).- Seis pessoas, entre elas três militares, morreram ontem à noite em dois confrontos isolados na Chechênia, informaram as forças de segurança nessa república russa do Cáucaso Norte.

EFE |

"Depois da meia-noite, um grupo de desconhecidos disparou com armas automáticas contra um quartel da Polícia, na aldeia de Elistanzhi, na região de Vedeno. A troca de tiros durou cerca de 15 ou 20 minutos", disse um porta-voz das forças da ordem.

O subcomandante de uma das companhias do batalhão "sul" do Ministério russo do Interior, o capitão Comei Chataev, morreu a caminho do hospital, enquanto outro militar ficou ferido de bala, informaram as agências.

Também morreu Abdul-Baki Magomadov, ex-funcionário do Ministério russo de Situações de Emergência na Chechênia e morador de Elistanzhi, aldeia no sul montanhoso dessa república.

Em outro incidente, registrado na região de Urus-Martan, um chefe da Polícia Judiciária do Ministério do Interior da região de Shatoi e um oficial do mesmo departamento morreram ao cair em uma emboscada em Samashki, para onde tinham ido para negociar com um membro de um grupo armado as condições de sua entrega.

Além disso, morreram um homem e uma mulher, parentes do guerrilheiro que atuavam como intermediários do encontro.

Os agressores fugiram do local e levaram as armas dos agentes mortos. EFE egw/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG