Seis países dispostos a receber detentos de Guantánamo

Pelo menos seis países da União Européia (UE) estão dispostos a receber os presos de Guantánamo para ajudar o presidente americano Barack Obama a fechar o centro de detenção, afirmou o ministro português das Relações Exteriores, Luis Amado.

AFP |

"Neste momento há pelo menos seis ou sete Estados dispostos", declarou o chanceler em entrevista ao jornal português Público.

A questão deve ser debatida pela primeira vez nesta segunda-feira em uma reunião de ministros das Relações Exteriores da UE em Bruxelas.

"Queremos um marco multilateral que permita, depois, aos Estados desenvolver iniciativas segundo suas orientações", acrescentou Amado.

Portugal foi o primeiro país da UE, em dezembro, a manifestar a disposição de receber os detentos de Guantánamo.

tsc/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG