Seis mortos em confrontos entre a polícia e o Hamas

Três policiais palestinos, dois integrantes do Hamas e um civil palestino morreram neste domingo em um tiroteio em Qalqilya, norte da Cisjordânia.

AFP |

Os policiais morreram quando tentavam deter Mohammad Samman - também procurado por Israel -, membro do Ezzedin al-Qassam, braço militar do grupo radical palestino Hamas. Dois oficiais também ficaram feridos na troca de tiros.

Após o enfrentamentos, a polícia da Autoridade Palestina impôs um toque de recolher na cidade de Qalqilya.

A Autoridade Palestina, controlada pelo Fatah do presidente Mahmud Abbas, e o Hamas estão em conflito aberto desde o golpe do Hamas em Gaza, em junho de 2007, quando o grupo radical assumiu o controle do território palestino.

Desde então, o Fatah controla apenas a Cisjordânia.

Segundo o Hamas, que criticou o governo de Abbas pela ação, Mohammad Samman e seu adjunto, Mohammad Yassin, morreram no tiroteio.

Samman era o chefe das Brigadas no norte da Cisjordânia.

str/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG