Seis morrem após colisão no metrô de Washington

WASHINGTON (Reuters) - Ao menos seis pessoas morreram e 70 ficaram feridas após a colisão de dois trens do metrô de Washington durante o horário de pico da tarde nesta segunda-feira, disseram autoridades. O prefeito de Washington, Adrian Fenty, disse que o acidente é o mais letal da história do sistema metroviário da cidade.

Reuters |

O chefe do Corpo de Bombeiros da cidade informou que 70 pessoas haviam sido tratadas por ferimentos.

A autoridade de trânsito da área metropolitana de Washington, que controla o sistema de metrô na região da capital norte-americana, disse que um trem com seis vagões que seguia para fora da cidade descarrilou e colidiu com outro trem às 18h (horário de Brasília) nesta segunda-feira.

A autoridade de trânsito confirmou que um dos mortos era uma operadora do trem.

"O incidente está sob investigação mas parece que os trens estavam no mesmo trilho e a operadora que foi morta estava na locomotiva", disse o órgão.

O acidente deixou várias pessoas presas em vagões dos trens.

Equipes de emergência trabalhavam para resgatar os passageiros, enquanto outras carregavam os feridos.

"Estamos trabalhando para primeiro tirar todos dos trens e todos que necessitam de atenção médica a terão", disse a repórteres o diretor-geral do sistema metroviário, John Catoe.

O acidente ocorreu entre as estações Fort Totten e Takoma no nordeste de Washington perto da divisa com Maryland.

Uma testemunha descreveu como um trem colidiu e depois subiu sobre outro trem.

"Estava muito destroçado", disse a mulher, que não foi identificada, à afiliada da rede de televisão ABC.

O sistema metroviário de Washington é amplamente usado para o transporte na capital norte-americana.

Os serviços de ônibus e metrô servem uma população de 3,5 milhões de pessoas.

(Reportagem de Andy Sullivan)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG