Seis meses de prisão e dez chibatadas para jornalista feminista no Irã

A jornalista e militante feminista iraniana Nasrin Afzali foi condenada a seis meses de prisão e a dez chibatadas por perturbar a ordem pública, informou nesta segunda-feira o jornal Etemad Melli.

AFP |

A condenação implica uma protelação de dois anos.

Afzali foi considerada culpada por "perturbar a ordem pública por ter participado de uma manifestação em março de 2007 em frente ao tribunal revolucionário de Teerã", que julgaria várias feministas, declarou seu advogado, Mohammad Mostaphaie, citado pelo jornal.

"Esta condenação foi pronunciada apesar de minha cliente ter afirmado que estava diante do tribunal revolucionário na qualidade de jornalista, para acompanhar o julgamento de cinco feministas que participaram de uma manifestação em junho de 2006", acrescentou o advogado.

As autoridades iranianas prenderam nos últimos meses várias militantes feministas. Algumas delas estão atualmente na prisão.

Afzali é também membro do Grupo de Consolidação da Unidade, uma organização estudantil reformista.

sgh/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG