Seis membros das forças de segurança turcas morrem em combates com o PKK

Ancara, 8 set (EFE).- Seis membros das forças de segurança da Turquia foram mortos em vários confrontos com rebeldes do clandestino Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) na província de Hakkari, informaram hoje meios de imprensa turcos.

EFE |

As fontes disseram que o primeiro confronto aconteceu ontem quando uma patrulha de guardas rurais e soldados localizou um grupo de guerrilheiros do PKK enquanto vigiava a região fronteiriça com o Iraque.

No enfrentamento morreram três membros da Guarda Rural, formada no final da década dos anos 80 por voluntários curdos leais a Ancara e destinada a proteger os povos do sudeste dos ataques do PKK.

Após esta primeira troca de fogo, soldados turcos se enfrentaram com os milicianos em um combate no qual três militares, entre eles um tenente, perderam a vida. Outros dois soldados ficaram feridos.

Unidades especiais do Exército turco se desdobraram na região usando helicópteros do tipo Sikorsky para bloquear as rotas de escape dos membros do PKK, segundo informaram fontes militares.

Essas fontes manifestaram que se mantém o dispositivo militar para capturar os rebeldes, que se refugiaram nas zonas montanhosas da região. EFE dt-as/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG