Seis membros da oposição são condenados à prisão em Mianmar

Bangcoc, 25 out (EFE).- Seis membros da oposição birmanesa detidos após os protestos de 2007 a favor da democracia foram condenados à prisão, informa hoje a imprensa da dissidência.

EFE |

Em um julgamento em Mandalay, a segunda maior cidade de Mianmar (antiga Birmânia), os seis ativistas foram condenados a penas entre 2 e 13 anos de prisão, por "criar alarme público e promover o ódio", segundo o porta-voz da Liga Nacional para a Democracia (LND), Nyan Win.

"Eles não cometeram qualquer crime, portanto essas penas são injustas e sujas", disse Nyan Win.

Os seis ativistas participaram das manifestações registradas em setembro de 2007 que foram violentamente reprimidas pela Junta Militar que governa Mianmar, deixando pelo menos 31 mortos, segundo números das Nações Unidas. EFE tai/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG